Blog Gil Marinho

Blog sobre ilustração, arte, design, cultura, arte-educação, criatividade e o marcado da arte como um todo.

Atenção é Poder, Conhecimento Não.

Atenção é Poder, Conhecimento Não.

Se conhecimento fosse poder, um professor tinha toda a atenção (e valor)  da nação, ao passo que um jogador de futebol não.

É chato admitir que a atenção não está vinculada à valores morais, éticos, mas sim à crenças.

Um valor moral e ético não pode ser criado facilmente, mas uma crença pode ser criado muito fácil e rápida.

Cantores famosos rapidamente são associados à marcas de produtos e serviços, por que?

Por que empresários e escritórios bancam os desconhecidos talentos no início de suas carreiras?

Porque o tempo de uma celebridade é tão caro? Seja ela do show business ou dos mundo corporativo?

Sua atenção, a alma do negócio!

A resposta para todas estas perguntas é uma só: a atenção que elas detém do público.

Quando mais energia o povo coloca em cima de um outro ser humano, mais caro e inacessível ele se torna.

É evidente que este artigo não se trata de fazer juízo de valores entre pessoas, o que seria desumano, mas se trata de medirmos o valor de onde colocamos a nossa atenção, isso é digno de análise, reflexões, medição e entendimento.

Se você dá atenção à estudo, crescimento, arte, cultura, conhecimento, seu crescimento é fatídico.

Se você dá atenção à vida alheia, celebridades, entretenimento raso, cultura inútil e distrações da Matrix, o que espera colher? Pensa aí.

As empresas sabem disso e hoje na era da comunicação digital e aplicativos das mais variadas finalidades vence quem ganha a sua atenção.

A sua atenção vale dinheiro.

Uma vez capturada a sua atenção (pra atingir isso empresas investem pesado em técnica psicológicas que vão de sugestionamentos hipnóticos à teoria de cores) você vira “ativo” que será exposto a repetições sem fim de ideias, conceitos, valores… CRENÇAS, que te sugestionar a comprar ou defender um ideal (político?), idéia ou produto.

Por isso que para as empresas os aplicativos e serviços online são verdadeira prateleiras, e nós lá cadastrados somos verdadeiros produtos.

Imagina que você é uma empresa e quer anunciar no Facebook e diz a ele suas preferências: mulheres, 18 – 25 anos, classe média, região sudeste.

Viramos produtos que o Facebook vende pras empresas que investem em seus Ads. Fato

Ah Gil! Mas é difícil fugir disso! Claro que é, mas o ponto aqui é que esteja consciente (expansão de consciência), abra sua visão na próxima vez que for escolher uma marca, modelo ou lugar para ir e se pergunte:

AONDE ESTÁ MINHA ATENÇÃO!?

Às vezes dentro de uma empresa, uma pessoa não alcança tanto destaque e posição quanto aquela que tem atenção de todos da equipe e dos clientes.

O Conhecimento tem sim o seu valor, dentro de um plano bem organizado e posto em pratíca.

As pessoas que vendem bem (somos todos vendedores, vendemos ao abrir os olhos, vendemos pra nós mesmos, pros outros, etc.) são aquelas que prendem atenção do público.

Por que você acha que 30 segundos na TV em horário “nobre” vale milhões?

Antigamente usávamos a TV como parâmetro para o sucesso, se estava na TV era famoso, hoje usamos os views do YouTube, muda-se o meio, mas o ser humano não mudou muito em 10 mil anos.

Estou sendo verdadeiramente livre, ou vivendo de escolhas que fizeram por mim e as implantaram em meu subconsciente e que emergem como ações impensadas, robóticas, ações de zumbi que quer pra ontem e mais e mais que o vizinho, escolhas de gado…

“Êh, ô, ô, vida de gado
Povo marcado
Êh, povo feliz!”

Zé Ramalho

Aonde está sua atenção? Atenção é Poder, Conhecimento Não.

Photo by Victor Freitas on Unsplash

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

01.
© 2020 Gil Marinho - Todos os direitos reservados. Currículo Lattes
Subir